03/03/2010

Escolhas e erros

A vida é feita de escolhas.
Isso é fato.
Se eu seguir por um caminho
terei oportunidades,
mas... se eu seguir a outra seta...
coisas tão diferentes podem acontecer!
Uma rápida -ou lenta- decisão
que muda nossas vidas!
Depois de horas pensando,
ou de agir por impulso,
como um minuto de certeza
pode virar meu futuro ao avesso?
Será que as escolhas que fazemos
foi resultado de tanto pensarmos,
ou teria que acontecer,
assim mesmo, uma hora ou outra,
pois está predestinado?
Se mudarmos de opinião
várias vezes, e...
na última hora, decidir...
estaremos alterando nosso destino?
Ou essa decisão precipitada
era o que devia acontecer?
Muito confuso!
Será, então, que Deus
deixou falhas na criação do mundo,
e por isso, temos tantas dúvidas sem respostas?
Ou isso é apenas fruto da mente racional
do ser humano perfeito
que cria questionamentos que não existem?
As oportunidades e chances
deviam ser escolhidas sozinhas
-sem a nossa interferência-
pois o homem faz tantas escolhas...
erradas!
Cria tantos problemas!
Ou a gente poderia, quem sabe,
tomar sempre a decisão correta,
que fosse a melhor para nós e para os outros.
Dessa forma, o mundo seria bem mais sereno,
tranquilo,
pacífico.
Ou tudo cairia em rotina.
E esse poema seria o mais
incompreensível de todos.
E a mente que pensou tudo isso,
estaria entregue à loucura.
E eu estaria falida!

2 comentários:

luaniii disse...

oi, gostei de tuuudo!

ANDRÉA disse...

Adorei esse poema! Fazemos muitas vezes escolhas erradas sim, mas aprendemos tanto com essas, que acabam valendo a pena.
Beijosssssssssss